Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
TerraCottem  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Quando um projeto é bom, você não precisa vendê-lo, ele se vende sozinho.
 
 
 
 
 
Vitória Régia a rainha dos lagos. Além da lenda ...

Diz a lenda, contada por nossos aborígines, que aqui viveram muito antes dessa terra ser chamada de terra do Pau-Brasil,que a lua cheia, dona de encantos fabulosos, teria poderes de transformar lindas jovens em estrelas radiantes a brilhar no céu ao lado de nossas constelações boreais. Mas tal dádiva não era concebida a qualquer uma que lhe fitasse. A escolhida deveria ser a filha do pajé da tribo. Então, Naiá, filha do chefe e princesa da tribo, fascinada por tal melodia, não passava mais uma noite sequer de lua cheia, sem implorar para que a feiticeira lhe encantasse. Mas a lua, para a tristeza da princesinha, não correspondia a seus apelos, permanecendo a deriva, sempre.

Porém, Naiá, não desistia nunca de seu sonho de brilhar, e continuou a perseguira lua mais e mais, até o dia em que, desolada pela falta de atenção da lua que não lhe notava,atirou-se nas águas profundas do rio atrás de seu reflexo, e nunca mais foi vista. A grandiosa lua então, ao notar a coragem de tal feito,recompensou a nobre moça, transformando-a em uma estrela. Mas não em mais uma estrela das quais fitamos no céu.

Naiá foi transformada na mais linda e imponente das estrelas das águas, a Vitória Régia. Esta estrela das águas chama atenção não somente pelo fato de suas folhas poderem atingir o recorde de dois metros e meio de diâmetro, mas também pela sua divina fragrância noturna, expelida por suas enormes flores, respeitosamente chamada pelos europeus de “rosa lacustre”.“Irupé” foi o nome dado à macrófita aquática no Guarani, onde entendemos Prato (rupé) d’água ou Forno-d’água, assemelhando-se aos tachos rasos usados para torrar farinha de mandioca.



Outros apelidos podem ser encontrados em nosso vasto dicionário, tais como Uapé, Aguapé-assú, Jaçanã, Nampé, Forno-de-Jaçanã, Rainha-dos lagos, Milho-d’água e Cará-d’água. Estes dois últimos apelidados pela excelente qualidade gastronômica de seus rizomas, muito apreciados por índios e peixes. O suco extraído de suas raízes é utilizado pelos índios como tintura negra para os cabelos.

São aproveitadas também suas propriedades depurativas e cicatrizantes. Somente poucas centenas de anos atrás que se ouviu falar pela primeira vez, natal estrela das águas ou “rainha das águas”, que não mais leva o nome da pequena princesa Naiá do Amazonas e sim de outra rainha, a Vitória, do Reino Unido.

Foi por volta de cento e cinqüenta anos, na pequena Guiana Inglesa, uma das parcelas do vasto domínio Inglês na dinastia Vitoriana, que Robert Schomburk encontra e coleta as sementes da até então desconhecida alienígena. De volta a Londres, Schomburk presenteia o jardineiro Baxter com tais sementes. Este, com a divina graça que é concebida aos jardineiros, faz brotar das águas as folhas, primeiro pequenas e lanceoladas, com os contornos afunilados, e depois enormes orbiculares. Diante de tal feito, o homem leva as folhas à Rainha e é, então, nomeado o jardineiro de Baronete e a planta de Vitória. É fato que a maioria de nós brasileiros, não tenhamos conhecimento botânico sobre a planta, chegando a confundir a espécie que já esteve presente na cédula de cinco cruzeiros, junto ao índio, com outras da mesma família botânica: as ninféias.

Uma curiosidade: a Vitória Régia pode servir de confortável berço para crianças, suportando até 40 Kg, se forem bem distribuídos em sua superfície.


Fonte de pesquisa: InformativoVerde












 
 
 
 
Plantas podem ver, ouvir, cheirar e até reagir? (novo)
Na visão de Jack Schultz, plantas são "como animais muito lentos": conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos. - Postada em 16 junho 2017
Sem músculos e cérebro, planta carnívora ainda intriga cientistas
Depois de verem fotos da planta postadas por um naturalista amador no Facebook, pesquisadores confirmaram que aquela espécie de drosera era nova para a ciência. - Postada em 07 março 2017
Plantas conversam entre si e possuem até uma espécie de internet, revelam cientistas
Com o uso de gases e fungos, vegetais avisam que estão doentes ou a chegada de predadores.
A caiação das árvores
Como surgiu a incauta pintura e continua até os dias de hoje.
Ouro cresce em árvore?
Cientistas dizem que sim,
Músicas do Black Sabbath fazem bem às plantas, diz especialista
Ajudam a evitar doenças e faz com que elas floresçam melhor.
Mesa de musgo coleta energia da fotossíntese
Já pensou em ter uma mesa de musgo?
Incrível planta se faz de morta quando é tocada
A planta usa o seu sistema de defesa para enganar predadores.
Coletivo de designers aposta em plantas como acessórios
Eles desenvolveram uma linha de joias que transforma plantas em acessórios.
Árvores criam raízes em excesso e usam-nas como armas
Para que servem essas raízes extras?
Verde que mata
As estratégias de caça de algumas das plantas carnívoras mais estranhas do mundo são perturbadoras, muito além do que os botânicos poderiam imaginar.
Os fascinantes cactos e outras suculentas
As cactáceas são plantas suculentas com folhas completamente reduzidas ou transformadas em mamilos com espinhos.
O mistério das plantas e vasos furtados
Lá em Portugal também acontece. Incrível.
Plantas Companheiras
As plantas também têm preferências e se dão melhor com umas do que com outras.
Japoneses usam cortina feita de pepino e plantas para fugir do calor
O acidente na usina de Fukushima reduziu a produção de energia no país e os japoneses terão que enfrentar as temperaturas altas sem ar-condicionado.
Hóspedes educadas, formigas sabem de longe qual é a sua árvore
Cientistas espécie de formiga que consegue reconhecer a árvore onde vive por sua estrutura química.
Jabuticabeira que produz rápido
Chacareira de Jaguariúna aplica técnica em mudas originadas de sementes, que dão frutos a partir do quinto ano.
Cogumelos
Há milhares de anos, os chineses foram os primeiros a usar cogumelos como alimento.
Lustre ecológico permite cultivar plantas em ambientes fechados
Objeto de decoração ilumina o ambiente ao mesmo tempo que fornece luz para fotossíntese.
Vaso inteligente cuida das suas plantas por você
A tecnologia chegou ao jardim.
Aprenda quais são as plantas para atrair bons fluidos em 2011
As plantas podem ser aliadas para começar 2011 com o pé direito.
Círculo das Fadas
Crie um lugar mágico em seu jardim para atrair as fadas.
A estratégia inteligente das plantas
As plantas e animais aceitaram satisfazer os nossos desejos e paixões com o intuito de se perpetuarem.
Os diversos agentes da polinização
Todos os segredos de um novo organismo vegetal estão contidos em cada minúsculo grão-de-pólen.
Loja vende plantas cultivadas dentro de lâmpadas
A ideia é simples.
Jardim da Magia
Se você quiser cultivar um jardim de que as fadas vão gostar.
Vasos urbanos antiqueda encaixam no muro
Produto está disponível em várias cores e tem design patenteado.
Aromas e perfumas das plantas
Desde os primórdios da humanidade o aroma e o perfume das plantas fascinaram o ser humano.
Que árvore você é?
Veja a sua data de nascimento para saber
Mini horta tecnológica faz plantas crescerem cinco vezes mais rápido
O aparelho promete o processo de germinação em até 24 horas.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br